- Publicidade - spot_img
terça-feira, novembro 29, 2022
CuriosidadesImigração: dos campos às cidades

Imigração: dos campos às cidades

-

- Advertisment -spot_img
Embora a imigração italiana no Brasil fosse quase que exclusivamente rural, com o passar do tempo, muitos dos imigrantes começaram a sair das zonas rurais. Nas fazendas de café, a situação de semi-escravidão culminou, em 1902, num decreto do governo italiano proibindo a imigração subsidiada para o Brasil. Muitos imigrantes voltaram para a Itália, enquanto muitos se instalaram nos centros urbanos brasileiros. O imigrante italiano no meio urbano brasileiro foi de extrema importância, participando ativamente no desenvolvimento do comércio e de atividades urbanas. Em 1901, 90% dos operários fabris de São Paulo eram italianos. Foram um dos protagonistas no desenvolvimento dos maiores centros urbanos do Brasil.
Ao lado de brasileiros e de outros imigrantes, os italianos trabalharam ativamente nas fábricas que se multiplicavam pelo País. Os salários eram muito baixos, o que forçava os imigrantes a viverem amontoados em cortiços, podendo viver em uma única casa diversas famílias. Surgem, então, bairros como o Brás e o Bixiga, ainda hoje ligados ao passado operário italiano. O trabalho não era exclusivo dos homens: crianças e mulheres italianas formavam parte significativa dos trabalhadores. Com o passar do tempo, o setor terciário das cidades brasileiras cresceu e muitos imigrantes italianos deixaram as indústrias para trabalhar como artesãos autônomos, pequenos comerciantes, motoristas de ônibus e táxi, vendedores de frutas e vegetais, sapateiros, garçons de restaurante Surgiram então pessoas que se destacaram. O exemplo mais notável é de Francesco Matarazzo, criador do maior complexo industrial da América Latina do início do século XX, tendo sido um dos marcos da modernização no Brasil. Desta forma, membros da comunidade italiana passaram a compor a elite paulista: a maioria dos primeiros grandes industriais de São Paulo vinham da colônia italiana.

Fonte: Wikipedia




DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Cultura

Dante Causa? Antenado? Quais as diferenças?

Qual é a diferença entre “Dante Causa” e “Antenato”? Você já ouviu esse tipo de nomenclatura em algum lugar? Existe uma...

Reconhecendo a cidadania italiana pós-pandemia

Com a aprovação da vacina contra a Covid-19 e o início da imunização em quase todos os países, ainda que...

União estável vale na Itália?

Quando a Lei italiana nº 76/2016, a “Legge Cirinnà”, entrou em vigor (esta que determina a união civil entre...

Thiago e Rafael Migliorini Tenório

Conosco as coisas aconteceram de um modo interessante, sinérgico e até fantástico. Nós decidimos na mesma semana que embarcaríamos...
- Advertisement -spot_imgspot_img

Danilo

"Quando decidi iniciar meu processo de cidadania Italiana, achei que tudo seria bem fácil, porque minha prima que morava...

Gabriele Menin

Sou modelo e reconhecer a minha cidadania italiana além de um sonho era importante para o meu trabalho, por...

Mais lidos

Como iniciar o processo de busca de documentos

Para quem está pensando em montar o processo de...

Seguro saúde é obrigatório para entrar na Itália?

Ter um seguro saúde é obrigatório para a entrada...
- Publicidade -spot_imgspot_img

Você irá gostar tambémEspecial
Recomendados para você