A cidade de Coimbra é deslumbrante com suas casas brancas sobressaindo a torre da universidade, valorizando ainda mais aquela região portuguesa, conhecida como a cidade universitária.

A Universidade Coimbra é uma das mais importantes e antigas da Europa e a pioneira em Portugal. São mais de 700 anos de muita história, e conta com muitos documentos significativos sobre Portugal e também do Brasil.

O tamanho da universidade chama a atenção de qualquer estudante, onde engloba diversas formas de estudo como a biblioteca geral, a famosa biblioteca Joanina, o jardim Botânico, museus, teatros, além de conter uma torre de 33,5 metros de altura, que dá uma visão privilegiada da cidade e do rio Mondego.

Em torno de 25 mil alunos estudam nos três Polos da universidade, em cursos de graduação, pós, mestrado e doutorado. São quase 3 mil docentes na universidade, além de 1300 funcionários. Com 40 centros de pesquisa, um dos maiores do mundo, é reconhecida pela forma que aborda os temas.
A universidade é uma das queridinhas dos brasileiros quando pensam em estudar fora do país, tanto pela forma de ensino quanto pelo nome que carrega.

CURIOSIDADE
– A cidade de Coimbra foi a primeira capital de Portugal, de 1131 a 1255. O Paço Real, onde a realeza residia, era no mesmo local em que hoje é o Paço das Escolas.
– A biblioteca Joanina é considerada uma das mais belas e famosas do mundo por toda sua estrutura e segredos. Um deles é a forma de conservação dos documentos e livros antigos, que conta com a ajuda de morcegos, que se alimentam, durante a noite, de insetos que estão no local.
– No piso inferior da biblioteca Joanina funcionou a Prisão Acadêmica, que se reagia a estudantes que quebrassem as regras e eram condenados a um ou dois dias no local. O espaço pode ser visitado pelos estudantes e turistas.
– Importante na tradição e cultura portuguesa, em 2013, a universidade foi considerada Patrimônio mundial da UNESCO.

HISTÓRIA
Coimbra é uma das universidades mais antigas do mundo e da Europa e, a primeira de Portugal. Foi criada em 1290, por D. Dinis, quando foi assinado o documento (“Scientiae thesaurus mirabilis”) que deu origem ao “Estudo Geral” (primeiro nome da universidade), e começou a funcionar inicialmente em Lisboa.
Em seus primeiros anos foi confinada ao Palácio Real. Entre várias idas e vindas entre a capital portuguesa e Coimbra, em 1537 foi transferida oficialmente para a cidade do interior. Inicialmente os cursos ofertados eram nas áreas de artes, da medicina e direito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here